2 de dezembro de 2009

Climategate

Rompeu um escândalo em Inglaterra e nos EUA sobre o aquecimento global. E-mails de alguns cientistas de renome nesta área foram interceptados por hackers e contêm revelações perturbadoras, desde manipulação de dados à pura mentira ao público. Não sei qual a relevância disto para os problemas de saber se o aquecimento global é causado por nós e se o devemos parar, mas, surpreendentemente, ela parece ser alguma.

Ficam os links para quem se quiser informar:
aqui , por um cientista português

ali, em inglês

30 de novembro de 2009

Precisará a ciência da filosofia?

Calculo que a maior parte das pessoas ache a filosofia uma perda de tempo, como eu achava pelo que aprendia no liceu. Se se encaixam no que descrevo, este texto é para vocês. Se a filosofia é realmente uma perda de tempo, precisará a ciência da filosofia?

26 de novembro de 2009

Um minuto de astronomia

A propósito do Ano Internacional da Astronomia, a RTP tem divulgado pequenos filmes sobre a Astronomia, com locução de figuras públicas. O primeiro,«Big-Bang», é apresentado pelo Vítor de Sousa.


Os outros filmes podem ser vistos aqui.

20 de novembro de 2009

Espectrómetro de massa

Esta é uma alternativa às conferências. Será que as aulas do futuro serão assim?

1 de novembro de 2009

Tecnologia Portuguesa no Espaço


Finalmente, com o esforço de númerosos cientistas, a ESA vai lançar para o espaço dois satélites com tecnologia portuguesa. Num dos satélites está incorporado software para interpretação de observações terrestres e no outro um instrumento de navegação sucessor do astrolábio da era dos Descobrimentos.

Os dois satélites serão lançados para o espaço às 01:50 (hora de Lisboa) de segunda-feira, 02 de Novembro, do cosmódromo de Plesetsk, perto de Moscovo, a bordo de um propulsor russo Rockot.


"É a primeira vez que Portugal vai ter no espaço um produto comercial recorrente, concebido para ser usado pelos satélites para sobreviverem em relação à sua orientação", afirmou Ivo Vieira, director da Lusospace.


Ler mais aqui.

30 de outubro de 2009

Hélio vs Hexafluoreto de enxofre



Todos já ouvimos dizer que quando se inala hélio (gás utilizado em balões para que estes flutuem no ar), a nossa voz fica bastante mais aguda, sendo o resultado dessa experiência bastante cómico. Com o hexafluoreto de enxofre acontece algo semelhante, mas em vez de mais aguda, a nossa voz torna-se mais grave.

Para entender o porquê desta reacção, é necessário saber como funciona a produção de sons na traqueia, laringe e cordas vocais. A voz humana é originada quando um fluxo de ar atravessa a traqueia e sofre modulações de pressão no momento em que passa entre as cordas vocais que estão em vibração na laringe. Assim, dependendo das cordas vocais, os sons terão frequências específicas.

O hélio é um gás bastante menos denso do que o ar o que faz com que a velocidade do som nesse gás seja superior, fazendo com que os sons produzidos na garganta, ao ressoarem nas cavidades de ressonância existentes no aparelho vocal, sofram um aumento de frequência. Este aumento de frequência nos sons emitidos por uma pessoa ao falar é aquilo que é normalmente designado de voz mais aguda.

No caso do hexafluoreto de enxofre, dá-se o caso contrário, os sons produzidos propagam-se mais lentamente, o que faz com que haja uma diminuição da frequência dos sons produzidos nas cavidades de ressonância. Isto resulta numa voz mais grave.

Ambas as experiências são desaconselhadas devido ao perigo de problemas respiratórios e de desmaiar.

27 de outubro de 2009

Física às Quartas

Como em anos anteriores, a SPF-norte, em colaboração com o Departamento de Física da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto,organiza a 4ª edição das conferências «Física às Quartas».
A próxima palestra será no dia 28 de Outubro de 2009, às 15H00, com o título "Fenómenos Físicos nas Galáxias", proferida por Catarina Lobo, do Centro de Astrofísica da UP/Departamento de Matemática Aplicada da FCUP.

25 de outubro de 2009

Mudança de hora


Hoje, Portugal muda a hora para o horário de Inverno; a hora legal coincide agora com o Tempo Universal Coordenado (UTC). No último domingo de Março de 2010 retomaremos o horário de Verão,com o objectivo de poupar energia.
A mudança de hora deve-se a uma directiva que determina que os países da União Europeia devem entrar na hora de Verão no último domingo de Março e adoptar a hora de Inverno no último domingo de Outubro, independentemente do fuso horário em que se encontrem.
Até 1911, a hora legal em Portugal era definida pelo meridiano que passa pelo Observatório Astronómico de Lisboa (cerca de menos 34 minutos do que o tempo do meridiano de Greenwich). Nesse ano, Portugal adopta como hora legal a do meridiano de Greenwich. A mudança da hora legal no Verão é legislada, pela primeira vez, em 1916.



Benjamin Franklin (1706_1790), diplomata, cientista e inventor norte-americano, publica, em 1784, um artigo num jornal francês em que sugeria que se a França adiantasse uma hora no Verão, Paris pouparia anualmente 32 mil toneladas de cera de vela. Contudo, apenas durante a Primeira Guerra Mundial, a Alemanha adopta pela primeira vez a mudança horária com o objectivo de poupar energa.

23 de outubro de 2009

Os estudantes de Física divertem-se e são divertidos

Alguém me dizia há dias que tinha participado nas Olimpíadas de Física, mas que ficara um pouco decepcionado porque achou que os participantes eram «totós».


Mas, pelo contrário, sempre que vejo estudantes de Física juntos, vejo-os divertidos e muitas vezes a aproveitar os seus conhecimentos para engendrarem modos de se divertirem e de divertirem os outros.
Einstein (não precisa de apresentações) era uma pessoa cheia de sentido de humor, divertido, que gostava de pregar partidas e que, nas horas vagas, tocava violino, segundo se diz, com muito virtuosismo. Para confirmar, pode consultar-se uma das muitas biografias que têm sido publicadas.



Feynman, um dos maiores Físicos do século XX, professor no CalTech, era uma pessoa extraordinariamente divertida, que à noite tocava bongo em «boites», enquanto desenvolvia uma actividade científica importante. A biografia Está a Brincar, Senhor Feynman é disso testemunho.

Este vídeo é de uma turma de estudantes de Física que se divertem enquanto um deles apresenta o seu rap Physics Guy Rap

6 de outubro de 2009

E o Prémio Nobel da Física 2009 vai para...

O Prémio Nobel da Física de 2009 foi atribuído a Charles Kao, Willard Boyle e George Smith pelos seus trabalhos em fibra óptica e semicondutores.
Kao conquistou metade do prémio e foi escolhido pelas suas descobertas na “transmissão de luz em fibras para a comunicação óptica". Boyle e Smith ganharam a outra metade do prémio e foram escolhidos pela invenção do circuito semicondutor de imagens, o sensor CCD (Charge-Coupled Device).
Os três cientistas foram considerados pelo juri como "os mestres da luz", pois os seus trabalhos "ajudaram a moldar as fundações das actuais sociedades em rede" através da criação de muitas inovações práticas para a vida quotidiana e de novas ferramentas para a exploração científica.


Da esquerda para a direita: Charles Kao,Willard Boyle e George Smith.



Links:

http://nobelprize.org/nobel_prizes/physics/laureates/2009/index.html

http://news.bbc.co.uk/2/hi/science/nature/8292372.stm

1 de outubro de 2009

Cabe sempre mais um?


Arranja um cálice e enche-o de água (até não caber nem mais uma gota).
Quantos alfinetes conseguirás colocar dentro de água sem que transborde? Pede à mãe ou à avó os alfinetes de costura. Coloca-os um a um cuidadosamente dentro da água. Quantos consegues colocar dentro de copo?
Procura uma explicação.

28 de setembro de 2009

Antenas têxteis


Uns anos atrás (mais do que a muitas pessoas se lembram) começaram a aparecer séries de ficção cientifica em que as personagens tinham acessórios que cuja existência na vida real era considerada próxima do impossível. Quem por exemplo nunca viu alguma série antiga em que era possível às personagens comunicar através de áudio/vídeo em tempo real num qualquer aparelho portátil com um ar um pouco do duvidoso? Mas no entanto a ciência continua a superar todas as expectativas e nos últimos anos assistimos ao chamados "Telemóveis 3G" que permitiam essas tais chamadas de vídeo. Recentemente (28 de Setembro) a ESA deu a notícia de um avanço não menos espectacular também na área das telecomunicações: as "antenas têxteis". Ao abrigo do projecto ARTES (Advanced Research in Telecommunications Systems), a empresa finlandesa Patria Aviation Oy consegui demonstrar que é possível fabricar antenas semelhantes às utilizadas nos aparelhos de telecomunicações, usando materiais têxteis. A antena irá parecer um simples emblema "quadrado" que poderá ser facilmente incorporado no vestuário, sendo que os testes provam que pode ser dobrado tal e qual qualquer outra parte do vestuário sem perder a capacidade de comunicação. Prevê-se ainda que será utilizada não só como instrumento de comunicação mas também irá aliar-se ao sistema GPS de forma a poder localizar o utilizador em qualquer parte do mundo. Para além de todas estas vantagens a antena será impermeabilizada e protegida, sendo a sua utilização possível virtualmente em qualquer parte, tanto na Terra como fora dela. Como ultima nota quero deixar um aviso: já alguma vez viram algum filme em que as personagens tivessem aparelhos de comunicação e localização embutidos directamente no cérebro? A ciência vai acabar por lá chegar...

Mais informações e sítio da notícia original podem ser consultados aqui.

27 de setembro de 2009

Curiosidades sobre física

Por que os gatos se magoam mais quando caem do primeiro andar do que ao cair do 2º ou do 3º andar?

É bem conhecido pelos veterinários que a queda dos gatos tem piores consequências quando acontecem do primeiro andar do que do 2º ou 3º. A explicação é a seguinte: quando o gato nota a aceleração de queda, adopta uma postura encolhida com as patas esticadas, o que lhe permite, ao chegar ao solo e amortecer o efeito do impacto. Se a queda ocorre desde o primeiro piso, o gato não tem tempo de adoptar a mencionada postura.

Parece lógico pensar que a partir da altura em que o gato pode adoptar a postura defensiva, quanto maior seja altura maior serão as consequências do choque. Surpreendentemente não é assim. Os danos produzidos pela queda aumentam com a altura até um certo ponto, a partir do qual se produz uma diminuição dos danos. A curiosa explicação é a seguinte:

O gato adopta uma postura defensiva só quando nota a aceleração de queda. Quando ele alcança a velocidade limite (Força peso = Força de resistência do ar), deixa de haver aceleração e o gato relaxa sua postura que por ser menos encolhida, oferece maior superfície de contacto com o ar. Este aumento de superfície traz consigo uma maior resistência do ar, diminuindo a velocidade da queda e conseguindo uma velocidade limite menor.




Enviando um raio de luz contra dois espelhos paralelos, ele seria reflectido infinitamente?

Assumindo que o raio incida perpendicularmente ao espelho, teoricamente o raio seria refletido continuamente entre os dois espelhos, eternamente. Mas na realidade isso não acontece, porque a luz será atenuada progressivamente pelo ar entre os espelhos, e porque nenhum espelho possui um índice de reflexão de 100%. Além disso, os dois espelhos deveriam ser perfeitamente paralelos, sem o menor erro de alinhamento, caso contrário o raio ira escapar do espelho depois de várias reflexões.


fonte - http://br.geocities.com

Benfica e Porto dão aula de Física

Ontem, SLBenfica e FCPorto jogaram e ganharam. A Física esteve presente (como está em tudo!).

Este vídeo, com imagens de jogos de futebol explica a Física que está por detrás de muitos golos espectaculares.

21 de setembro de 2009

Para começar mais um ano

Mais um ano se inicia. E para começar, nada como recordar o professor de Física
Rómulo de Carvalho, pedagogo e poeta. Dele ficou, entre outros, este Poema para Galileu.



Estou olhando o teu retrato, meu velho pisano,
aquele teu retrato que toda a gente conhece,
em que a tua bela cabeça desabrocha e floresce
sobre um modesto cabeção de pano.
Aquele retrato da Galeria dos Ofícios da tua velha Florença.
(Não, não, Galileo! Eu não disse Santo Ofício.
Disse Galeria dos Ofícios.)
Aquele retrato da Galeria dos Ofícios da requintada Florença.
Lembras-te? A Ponte Vecchio, a Loggia, a Piazza della Signoria…
Eu sei… eu sei…
As margens doces do Arno às horas pardas da melancolia.
Ai que saudade, Galileo Galilei!
Olha. Sabes? Lá em Florença
está guardado um dedo da tua mão direita num relicário.
Palavra de honra que está!
As voltas que o mundo dá!
Se calhar até há gente que pensa
que entraste no calendário.
Eu queria agradecer-te, Galileo,
a inteligência das coisas que me deste.
Eu,
e quantos milhões de homens como eu
a quem tu esclareceste,
ia jurar- que disparate, Galileo!
- e jurava a pés juntos e apostava a cabeça
sem a menor hesitação-
que os corpos caem tanto mais depressa
quanto mais pesados são.
Pois não é evidente, Galileo?
Quem acredita que um penedo caia
com a mesma rapidez que um botão de camisa ou que um seixo da praia?
Esta era a inteligência que Deus nos deu.
Estava agora a lembrar-me, Galileo,
daquela cena em que tu estavas sentado num escabelo
e tinhas à tua frente
um friso de homens doutos, hirtos, de toga e de capelo
a olharem-te severamente.
Estavam todos a ralhar contigo,
que parecia impossível que um homem da tua idade
e da tua condição,
se tivesse tornado num perigo
para a Humanidade
e para a Civilização.
Tu, embaraçado e comprometido, em silêncio mordiscavas os lábios,
e percorrias, cheio de piedade,
os rostos impenetráveis daquela fila de sábios.
Teus olhos habituados à observação dos satélites e das estrelas,
desceram lá das suas alturas
e poisaram, como aves aturdidas- parece-me que estou a vê-las -,
nas faces grávidas daquelas reverendíssimas criaturas.
E tu foste dizendo a tudo que sim, que sim senhor, que era tudo tal qual
conforme suas eminências desejavam,
e dirias que o Sol era quadrado e a Lua pentagonal
e que os astros bailavam e entoavam
à meia-noite louvores à harmonia universal.
E juraste que nunca mais repetirias
nem a ti mesmo, na própria intimidade do teu pensamento, livre e calma,
aquelas abomináveis heresias
que ensinavas e descrevias
para eterna perdição da tua alma.
Ai Galileo!
Mal sabem os teus doutos juízes, grandes senhores deste pequeno mundo
que assim mesmo, empertigados nos seus cadeirões de braços,
andavam a correr e a rolar pelos espaços
à razão de trinta quilómetros por segundo.
Tu é que sabias, Galileo Galilei.
Por isso eram teus olhos misericordiosos,
por isso era teu coração cheio de piedade,
piedade pelos homens que não precisam de sofrer, homens ditosos
a quem Deus dispensou de buscar a verdade.
Por isso estoicamente, mansamente,
resististe a todas as torturas,
a todas as angústias, a todos os contratempos,
enquanto eles, do alto incessível das suas alturas,
foram caindo,
caindo,
caindo,
caindo,
caindo sempre,
e sempre,
ininterruptamente,
na razão directa do quadrado dos tempos.

15 de setembro de 2009

Sessenta símbolos da Física e Astronomia


A Universidade de Nottingham elaborou uma série de vídeos sobre sessenta símbolos da Física e Astronomia. Podem ser vistos aqui.

3 de setembro de 2009

Não sabem? Perguntem ao astronauta!


Já alguma vez imaginaram como seria a vida de um astronauta a bordo da Estação Espacial Internacional (ISS)? De certeza que se o fizeram acabaram por se deparar com diversas dúvidas desde como fariam algo trivial como lavar as roupas até como reparariam danos na estação. Bem, agora têm uma oportunidade de esclarecer essas dúvidas com um verdadeiro astronauta. O astronauta Frank De Winne, actualmente a bordo da ISS vai responder a algumas das perguntas a partir da estação. O mais interessante é que não serão perguntas prédefinidas mas sim perguntas feitas fãs cá na Terra. Para isto basta formular a pergunta como uma resposta a este vídeo na secção da ESA no Youtube. As melhores perguntas serão seleccionadas e serão mais tarde respondidas através de outro vídeo. Aproveitem se têm dúvidas pois a missão deve acabar no final do ano.

30 de julho de 2009

Galileu não foi à Lua...

De facto, Galileu não foi à Lua, mas foi possível realizar, na Lua, a experiência que comprova que, num campo gravítico e na ausência de atmosfera, todos os corpos caem ao mesmo tempo.

A experiência foi realizada pelo comandante da Apollo 15, David Scott, em 30 de Julho de 1971: deixou cair simultaneamente um martelo de alumínio de 1,32 kg e uma pena de falcão com cerca de 30 g. Tal como Galileu tinha previsto, caíram com a mesma velocidade (a aceleração da gravidade na Lua é de cerca de 1,6 m/s2.

Ler mais aqui.

24 de julho de 2009

Próximo objectivo... Marte

Na comemoração dos 40 anos da primeira alunagem, Neil Armstrong e Buzz Aldrin apelaram para um novo objectivo, Marte!
Um excerto de «Os Planetas» de Gustav Holst refere-se a esse planeta próximo, aqui tocado pela Filarmónica de Londres.

Mas para os «curiosos» do theremin, aqui vai um excerto tocado com esse instrumento puramente electrónico.

21 de julho de 2009

E porque não um passeio na Lua


O Google já tem mapas da Lua para quem quiser observar a superfície. Ver aqui.

20 de julho de 2009

20 de Julho de 1969 - Apollo 11 pousa na Lua


Há 40 anos, os astronautas da Apollo 11, Neil Amstrong e Edwin Buzz Aldrin pisam pela primeira vez o solo da Lua. A alunagem ocorreu no Mar da Tranquilidade, aonde chegaram no Módulo Lunar Eagle. O terceiro astronauta, Michael Collins, aguardava no Módulo de Comando, em órbita lunar. A missão Apollo 11, possível graças a um computador «potentíssimo» de 72 kbytes (não é engano...), atingia o seu objectivo. Este vídeo é uma simulação dessa viagem.

Mas se este vídeo é uma simulação, o vídeo seguinte, de qualidade gráfica muito inferior, contém apenas imagens reais.

Neste vídeo é possível recordar algumas das imagens que, em tempo real, foram enviadas para a Terra. Estranhamente, as imagens feitas pelos dois astronautas sobre a Lua perderam-se na NASA.
Para saber mais sobre esta viagem histórica, procurar no sítio da NASA.
A história em português pode ser lida na Wikipédia

18 de julho de 2009

Uma foto com 40 anos

A primeira fotografia da Terra foi tirada há 40 anos.

Esta foi a primeira vez que seres humanos puderam ver a Terra do espaço.
Para ler a história desta fotografia.

25 de junho de 2009

Oceano na órbita de Saturno!




Cientistas europeus da operação conjunta da NASA com a ESA Cassini, detectaram a presença de resíduos de sódio dentro de gelo nos anéis de Saturno. Estes resíduos parecem ser provenientes de uma das luas do planeta, Enceladus. Esta nova descoberta parece apontar para o facto de que o satélite, já previamente conhecido pelo seus vestígios de gelo, possa de facto esconder um oceano debaixo da sua superfície. Os cientistas pensam também que, se de facto esse gelo provém de um oceano subterrâneo e aliando isso ao facto de o pólo sul do satélite ser relativamente quente e ainda ao facto de terem sido descobertos compostos orgânicos dentro desses mesmos fragmentos, possa existir no satélite um ambiente propício à formação de vida. Para ter acesso a mais informações visite esta página.

2 de junho de 2009

Estação Espacial Internacional com nova equipa


Na passada sexta-feira chegaram à Estação Espacial Internacional (ISS) três novas astronautas, na vigésima missão à ISS, aumentando o número de residentes para 6, o número mais elevado de sempre. A nova equipa é constituída pelo astronauta da ESA (Agência Espacial Europeia) Frank De Winne, pelo cosmonauta russo Roman Romanenko e o astronauta da Agência Espacial do Canadá Robert Thirsk. Foi também uma data histórica pois pela primeira vez estiveram juntos em órbita representantes das cinco nações reponsáveis pela construção da estação. Podem obter mais informações sobre este tema no sítio oficial da ESA, www.esa.int.
Podem também ver três vídeos relativos ao lançamento, a docagem na estação e à entrada na mesma:

Lançamento da missão
Docagem na estação
Entrada na estação

Os mais interessados podem ainda utilizar este link para terem acesso a imagens em directo da ISS, transmitidas por uma webcam no esterior da estação.

29 de maio de 2009

Portugal importa de Espanha Energia de origem nuclear desde 1971

Portugal assinou um acordo com Espanha no ano de 1971 no dia 14 de Janeiro (Decreto-Lei n.º118/71). O acordo consiste na importação de energia nuclear de Espanha para Portugal, mas com a contrapartida Portugal terá de exportar para a Espanha urânio.
ARTIGO III
A cooperação a ser prestada nos termos do presente Acordo poderá estender-se
aos seguintes campos:

2. Aproveitamento de recursos materiais, designadamente no que se refere a:
c) Fornecimento de minérios radioactivos e afins e seus concentrados.

3. Aplicações da energia nuclear para fins pacíficos, incluindo:
b) Estudo de empreendimentos industriais de interesse comum na exploração e valorização de minérios de urânio, elementos combustíveis, tratamento de combustíveis irradiados, etc., assim como no domínio das centrais nucleares;
e) Fornecimento de materiais de interesse para as aplicações pacíficas da energia nuclear e de radioisótopos.

ARTIGO VIII
1 - a) As Partes Contratantes poderão ceder uma à outra ou a pessoas estabelecidas em seus territórios, devidamente autorizadas pela Junta espanhola ou pela Junta portuguesa - sob condições comerciais -, licenças ou sublicenças de patentes de sua propriedade, ou sobre as quais tenham o direito de conceder licenças e sublicenças, e cujo objecto diga respeito ao campo de aplicação do presente Acordo.
b) Fica excluída do presente Acordo a concessão de licenças ou sublicenças de patentes ou de licenças recebidas de terceiros em condições que proíbam tal concessão.

ARTIGO X
1. As Partes Contratantes obrigam-se a garantir que:
a) Os materiais ou equipamentos obtidos em virtude do presente Acordo, assim
como as matérias-primas ou nucleares especiais provenientes da utilização de
quaisquer materiais ou equipamentos assim obtidos, só serão usados com o fim de
promover ou desenvolver as utilizações pacíficas da energia nuclear, e não para fins
militares;
ARTIGO XIV
2. Na eventualidade de denúncia do presente Acordo, os contratos concluídos no
âmbito da sua aplicação continuarão em vigor durante toda a duração dos períodos
para os quais foram estabelecidos, salvo decisão em contrário das Partes
Contratantes.
Em fé do que os representantes do Governo Português e do Governo Espanhol,
devidamente autorizados, assinaram o presente Acordo.
Feito em Lisboa, no dia 14 de Janeiro de 1971, em quatro exemplares, dois em
português e dois em espanhol, fazendo igualmente fé os ditos textos.
Pelo Governo Português:
Rui Manuel de Medeiros d'Espiney Patrício.
Pelo Governo Espanhol:
Gimenez-Arnau.
Podemos finalizar que este documento tem como fim ir de encontro com muitas das nossas dúvidas. Pois pode ser este esclarecedor mais próximo do porque das centrais nucleares de Espanha se encontrem na fronteira e por que de á algum tempo a trás se ter falo em reabrir as minas Portuguesas.

Fusão a Frio


O termo Fusão a Frio foi utilizado pela primeira vez em 1989. Este nome foi atribuído não pela comunidade científica mas sim pelos meios de comunicação, numa tentativa de encontrar um nome apelativo que chamasse a atenção das pessoas. O verdadeiro nome deste fenómeno é "Reacção Nuclear de Baixa Energia" ou LENR (Low Energy Nuclear Reaction).
Foi nesse ano que os cientistas Stanley Pons e Martin Fleischmann anunciaram ao mundo a descoberta deste fenómeno. Este anúncio provocou um grande alvoroço na comunidade, pois caso se confirmasse a sua veracidade a descoberta iria certamente mudar o mundo. Mais tarde e sobretudo devido ao facto de na altura não terem conseguido reproduzir a experiência, a sua ideia foi afastada e ambos os cientistas desacreditados.
Hoje em dia já é possível reproduzir a experiência de 1989 com meios mais sofisticados e comprovar que realmente há um aumento de calor durante a reacção. Este aspecto foi atribuído a um erro experimental quando apresentado por Pons e Fleischamnn, mas hoje em dia, principalmente devido ao elevado número de reproduções bem sucedidas deste processo, já se descartou a hipótese de um simples erros experimental. Porém os cientistas não têm ainda explicação para o fenómeno, não sabendo se é de facto uma reacção de fusão ou outro tipo de reacção ainda desconhecido
A experiência consiste basicamente na electrólise de “água pesada” com recurso a um cátodo de Paládio. A reacção de fusão é conhecida como reacção D-D (Deutério-Deutério). Esta reacção tem como produtos átomos de Hélio e libertação de energia.
Para mais informações sobre este tema podem visitar o sítio http://www.lenr-canr.org/ onde podem encontrar uma vasta biblioteca de documentos relativos a este assunto

17 de maio de 2009

Portugal nuclear: sim ou não?

Como todos estão a investigar a possibilidade de utilização da energia nuclear, sugiro a visualização do programa Biosfera de 27 de Fevereiro.

26 de abril de 2009

EUA abrem guerra às alterações climáticas

Os Estados Unidos dão sinais claros de quererem liderar a luta contra as alterações climáticas. A recente decisão da EPA – Agência de Protecção Ambiental norte-americana – de reconhecer o dióxido de carbono e outros cinco gases como prejudiciais à saúde pública e com efeitos negativos para o meio ambiente deixa antever que na próxima cimeira ambiental a realizar-se em Dezembro em Copenhaga, na Dinamarca, os EUA terão uma palavra fundamental para definir as novas regras de combate aos gases com efeito de estufa.

Da cimeira deste ano resultará a criação de um novo protocolo mundial que irá prosseguir com os ideais estabelecidos no documento emanado de Quioto, em 1997, cujo período de acção termina em 2012. Os EUA não ratificaram o tratado e, durante a administração de George W. Bush, não reconheceram o dióxido de carbono como um gás poluente.

Perante esta mudança de atitude, o encontro de Dinamarca promete ser ainda mais decisivo para o Planeta. Desta vez, a administração de Barack Obama pretende ser um exemplo para inúmeros países em desenvolvimento que só admitem reduzir as suas emissões de dióxido de carbono se os EUA mostrarem abertura para o fazer. O próximo passo da EPA será, segundo analistas ambientais, garantir que todos os estados possam impor limites às emissões de dióxido de carbono dos automóveis.

No dia internacional da Terra, na passada quarta-feira, Barack Obama deu uma nova esperança ao Planeta, anunciando uma revolução energética para o país. Motivado pelo discurso do presidente norte-americano, o ministro dinamarquês do Ambiente, e um dos anfitriões da cimeira deste ano, aproveitou para lançar um desafio aos Estados Unidos no que diz respeito ao aproveitamento das energias renováveis: "Por favor, sejam melhores do que nós."

Pois todos nós sabemos que o maior emissor de co2 neste monento é a china, pois 20% de co2 a mais na atmosfera são eles que a emitem. É de sitar que os E.U.A emitem tanto como a china, mas ambos tem mais um quinto da população do que os outros paises do mundo. Sendo que Portugal de em 2010 vai emitir mais 27% do que emitia em 1990, este limite já foi ultrapassado.
Esperemos que com o novo protocolo todos os paises do mundo alterem a sua atitude quanto à emissão de co2 para a atmosfera.

24 de abril de 2009

Baterias a partir de vírus!


Hoje em dia generalizou-se o uso de baterias de lítio no nosso dia-a-dia. São utilizadas sobretudo em aparelhos electrónicos como telemóveis, computadores portáteis, câmaras digitais, etc. O problema é que o fabrico destas baterias é muito custoso e envolve altas temperaturas. Mas isto pode vir a mudar muito brevemente pois cientistas do MIT conseguiram criar baterias a partir de vírus. Para isso modificaram geneticamente um tipo muito comum de vírus, que não é prejudicial para os humanos. Estes vírus foram modificados de modo a revestirem-se apenas com certos tipos de material. Criaram assim cátodos e ânodos fazendo com que os vírus se revestissem de diferentes materiais. Este processo, embora ainda em fase experimental, é mais favorável do que as actuais baterias de lítio pois acontece à temperatura ambiente, não são utilizados materiais tóxicos no seu fabrico e embora estas baterias percam a capacidade mais depressa que as actuais (cerca do 100 carregamentos), os cientistas garantem que continuam viáveis pois duram mais entre cada carregamento. Outra equipa de cientistas do MIT está também a desenvolver bateriais que recarregam em segundos. Bem, parece que são mais alguns passos no longo caminho para arranjar um fonte limpa e viável de energia.
(podem visitar este link para mais informaçõess sobre ambos os projectos)

23 de abril de 2009

Experiências com ímanes


O João Sousa mandou-me este vídeo, a propósito do que temos vindo a estudar. Como me parece aliciante, aqui está para todos verem. Fica o desafio: explicar estas experiências!!! Todos têm conhecimentos para isso.
Este vídeo, mais simples, pode ajudar:

22 de abril de 2009

Dia da Terra

(Diálogo)

- Sr.Presidente, queria-lhe pedir que baixasse a propagação de poluição no nosso Planeta. A Terra é única neste Universo que tão pouco sabemos dele. Ela dá-nos as condições necessárias para que...

- Desculpe, mas... quem quer saber disso? Eu vivo no Planeta Terra real, onde as pessoas não olham a meios para conseguirem o que querem...

- Eu desisto Sr.Presidente. O que importa, de facto, é vencer na vida! O planeta? Quem quer saber dele? As nossas conveniências. aquilo a que chamamos pátria, está em primeiro plano. Viver não chega, é preciso o luxo e o comudismo. Nem que para isso o planeta sofra e que só tenha mais 100 anos com vida. Afinal, o Homem está no centro de tudo. É ele que está à distância certa do Sol! É ele que possui um campo magnético, é ele que possui uma camada de ozono, é ele que desencadeia o efeito de estufa! É ele que tem a lua a orbitar em torno de si, é ele que tem água, enfim, é ele que tem todas as condições para a existência de vida na Terra! Proteger o planeta? Para quê? Ele só nos protege de umas dezenas de fenómenos e o Sr.Presidente já não vai cá estar para sofrer as consequências! Não se preocupe com a sua contribuição neste mundo que lhe deu vida, que lhe deu poder para fazer algo por ele, para deixá-lo um pouco melhor do que aquele a que o Sr.Presidente o encontrou...

- Ouça, eu gostava que o mundo fosse diferente, que as mentalidades fossem diferentes, mas ele não é assim. Tenho imensa pena de não ser...

- Sempre acreditei que o mundo era aquilo que nós faziamos dele, Sr.Presidente...

- ...


O Dia de todos nós, o dia da Terra

Este dia foi criado em 1970, pelo senador Norte-Americano Gaylord Nelson. A partir de 1990, o dia 22 de Abril foi adoptado mundialmente como o Dia da Terra, dando projecção aos esforços de reciclagem em todo o planeta.

Este dia, deverá servir para cada um pensar no significado dele. Talvez mudar certas e determinadas atitudes ou então, para quem está de consciência tranquila, ganhar alguma força interior para continuar a fazer jus ao nome do dia 22 de Abril, todos os dias.

Faço de conta que todos vocês que estão a ler não sabem onde estão e informo que o nosso planeta chama-se Terra, tem uma imensidão de água, minerais, e tem todas as condições necessárias à Vida. É nele que estamos inseridos e, por isso, devemos preservá-lo.

O futuro do planeta não é dono do melhor panorama, falo por exemplo do aquecimento global. A possível submersão da Sibéria, ou, referindo factos menos chocantes e talvez mais verosímeis, a via de extinção de florestas, e o elevado número de tundras(Um degelo, solo negro) são provas de que este grande problema que é o aquecimento global existe e está aí em força.

Ora, começando no mais banal de cidadão que sai de carro todos os dias de manhã com o seu fato para ir trabalhar quinhentos metros mais abaixo até ao grande empresário petrolífero, penso que se cada um tiver uma melhor mentalidade, se possa mudar o rumo deste planeta.

Portanto, acerca do dia de hoje sugeria tanta publicidade como a indiferença que tem havido nos últimos anos aos problemas em mãos, tanta informação quanto possível, e um número enorme de actividades alusivos ao Dia da Terra.

Apelo também a que se passe este dia de forma igual a todos os outros, ou melhor, que passemos todos os outros como sendo este, o Dia da Terra. Penso que seja esse o principal propósito do dia de hoje.

Dia Da Terra





A Terra é o local partilhado por muitos seres, se eles têm dias em que celebram os seus entendimentos e as suas diferenças, porquê não ter um dia em que se celebra o local onde todos nos habitamos.

Na minha opinião este deve ser um dia de reflexão, pois isto não pode continuar desta maneira, ou seja, não podemos continuar a ferir a terra com a exploração dos seus materiais nem a desrespeita-la como temos feito até agora.

Perdoem me a expressão mas, para quê magoar a terra quando podemos "flow" com ela...

Por exemplo para quê a grande exploração mineira, se temos vento, sol e agua e muitos mais fenómenos terrestres que podemos utilizar para o nosso bom uso. Não!!! O ser humano está tão avançado tecnologicamente, no entanto não se apercebe que toda a tecnologia é inútil no que toca da protecção da nossa querida terra.

Ah que ser ignorante e continuar a destruir até que a própria terra se vingue.

Não podemos ser radicais no que toca a mudar, mas penso que com esforço as pessoas podem aceitar esta mudança, e viver em harmonia com a nossa querida terra.




Este poster mostra uma atitude mesmo que apenas tenha sido por uma hora, é através destas pequenas incidências que se nota se as pessoas estão realmente PREPARADAS para essa mudança.


Aqui acrescento também as ideias mesmo que absurdas de duas pessoas, que ja aceitaram e deram esse primeiro passo:

Este primeiro mostra uma ideia de lentes colocadas no espaço para reduzir a intensidade da radiação do sol que incide na terra:


Este segundo teve uma ideia inovadora de usar os ventos a maior altitude para rodar uma turbina em forma de balão:




Como vêem não é dificil mas requer esforço por isso recomendo que comecem já.

22 De Abril – Dia da Terra

O Dia Da Terra foi instituído em 1970, por um activista ambiental Norte-Americano, chamado Gaylord Nelson, que convocou o primeiro protesto nacional contra a poluição. Em 1990 a data internacionalizou-se, mobilizando cerca de 141 países.

Este dia, tem como objectivo consciencializar as pessoas, sobre: o aumento diário da temperatura em todo o mundo, a degradação do planeta causada pelos seres humanos.

Em Portugal, são vários os pontos onde podemos observar o aumento da degradação dos país, por exemplo:

· Energia – (Portugal aumentou drasticamente o consumo de energias nos últimos anos)

· Transportes – (maior gasto energético, mais emissões, mais congestionamento, mais ruído a cada ano que passa)

· Recursos hídricos – (3 100 000 000 000 litros de água desperdiçados anualmente em Portugal)

· Resíduos – (reutiliza-se cada vez menos, recicla-se pouco, e quer-se incinerar muito mais)

Estes são aspectos que devemos tomar em atenção neste Dia Da Terra.

Dia 22 de Abril – Dia mundial da Terra.


O planeta visto ao segundo.
Conhecer o globo em tempo real e em números é o que propõem um novo site na internet. Basta um click para podermos satisfazer a nossa curiosidade, quanto a ao nosso planeta. Podemos saber tudo sobre saúde alimentação e entre outras coisas.
A terra reserva-nos milhões de mistérios…
A vida de milhões e milhões de pessoas suscita tanta curiosidade quanto a origem do próprio Planeta. Há dúvidas tão simples que muitas vezes conquistam o nosso pensamento e nem sempre lhes damos importância que merecem. Quem já não pensou em quantas pessoas estarão neste momento a pensar no mesmo que eu?
Na internet há um novo recurso que permite saber como vai o globo a cada segundo em tempo real. Trata-se do Worldometers www.worldometers.info/pt, um site sem fins lucrativos, da responsabilidade do Real Time Statistics Project, que disponibiliza dados sobre assuntos tão diversos quanto ambiente, saúde e alimentação. A página da internet encontra-se traduzida em 32 línguas, todos os argumentos apresentados no site são originários de fontes credíveis e oficiais. Este site promete surpreender, divertir e enriquecer culturalmente todos os curiosos do Planeta.
Curiosidades:
Idade do planeta: 4.527.642.531 Anos
Peso do planeta: 6.585.099 Toneladas


Tecnologia
29.132.117 Bicicletas. Já há quem diga que é o transporte do futuro e se a produção de bicicletas for sinónimo dessa nova realidade, não há outra solução. Pois por ano constroem-se mais de 58 milhões de bicicletas.
76.352.098 Computadores. É o número de computadores vendidos em 2009. Hoje em dia são utilizados um bilião de computadores.

Saúde
Crianças obesas: 180.000.000
Mortes provocadas pelo cigarro: 843.094
Abortos realizados desde Janeiro: 112.309.075
Bébes nascidos com pais adolescente este Ano: 4.822.926

Alimentação
Proteínas que foram ingeridas desde o inicio de 2009: 907.971.761
Numero arredondado de pessoas que morrem á fome por dia: 15.660
Pessoas que não têm actualmente que comer: 273.750.000


Educação
Livros lançados este Ano : 289.367
Número arredondado de idas ao cinema este Ano: 3.887.180.493


Ambiente
Florestas perdidas este Ano (Hectares): 3.472.441
Emissão de Dióxido de Carbono (Toneladas Métricas): 5.968.589.972
Total de Toneladas de lixo produzido pelo Homem: 34.758.736


É de citar que todos estes dados estão sujeitos a alteração. Pois estão sempre a ser contabilizados ao segundo.
Feliz dia da terra.

Celebrar o Dia da Terra


Hoje, dia 22 de Abril do ano 2009, comemora-se ,pela trigésima nona vez, o Dia da Terra. O surgimento do dia apareceu na data referida, após políticos de todo o mundo terem dado conta que o estado ambiental do mundo não estava "famoso", por todos os cantos do mundo havia rastos de degradação e, com isso, a população não estava muito satisfeita, estava até preocupada. Então foi criado o Dia da Terra para que, pelo menos por um dia, o cuidado e o tratamento dos espaços naturais e do ambiente levasse como que uma injecção de adrenalina e fosse realizado mais rapidamente e também duma forma mais aperfeiçoada em todo o mundo.
A criação deste dia foi um sucesso e teve uma adesão extraordinária, ficando assim recordado e comemorado todos os anos.

Rede "Dia da Terra" (Earth Day Network)


Esta organização funciona a nível mundial e tem como objectivo coordenar acções de grande escala para "salvar" o mundo. Qualquer pessoa de qualquer nível etário pode participar nestas acções, quer sejam elas campanhas de sensibilização, protestos, etc. Tudo isto é coordenado a partir do site www.earthday.net . Neste site podemos encontrar informações não só sobre os eventos organizados como também sobre a criação do Dia da Terra e da própria fundação. A partir do site podemos também candidatarmo-nos para voluntariado dentro da organização. O site tem o inconveniente de apenas estar escrito em inglês, mas penso que embora possam ter alguma dificuldade todas as pessoas devem visitar para contribuírem de alguma maneira para tornar o mundo um pouco melhor. E não se esqueçam, a mudança tem de começar primeiro em cada um de nós!

21 de abril de 2009

Dia Mundial da Terra

Comemora-se hoje o Dia Mundial da Terra. É ridículo que sendo habitantes de um planeta durante 365 dias por ano apenas um deles lhe seja anualmente consagrado, a título de mero descargo de consciência. O que, desde logo, realça o pouco cuidado com que tratamos os nosso planeta Terra.
Apesar de palavras como sustentabilidade, ecologia e aquecimento global estarem no auge da moda, é sempre bom lembrar que há ainda muito por fazer para mudar o cenário nebuloso descrito pelos ambientalistas.
O Dia da Terra é comemorado por milhares de organizações, em centenas de países, com o objectivo de consciencializar as comunidades sobre a importância da preservação do Planeta Terra. A data foi criada nos Estados Unidos em 1970, com o primeiro protesto contra a poluição, convocado pelo Senador norte-americano Gaylord Nelson, e passou a ser comemorada por outros países nos anos 90. Esperamos que, no mundo todo, se organizem actividades como limpeza de praias, palestras sobre aquecimento global, campanhas de reciclagem, concursos, workshops, shows e outros eventos culturais que realmente estejam voltados para essa questão tão séria que estamos vivendo: o que podemos fazer em relação a questões ambientais que o Planeta enfrenta.


Física Quântica????

A TVI deu, em Setembro, a notícia de que a Física Quântica está a ser utilizada para melhorar a saúde dos portugueses (ver vídeo). O professor Carlos Fiolhais denunciou, no blogue De Rerum Natura, este disparate.

16 de abril de 2009

Theremin


Este instrumento, o primeiro totalmente electrónico, foi criado por um físico russo, Leon Theremin, em 1919. Pode ser tocado sem ser «tocado», isto é, sem qualquer contacto entre o instrumento e o instrumentista.
Para o tocar, basta mover as mãos junto de duas antenas; uma vertical, que controla a altura do som; outra horizontal, em forma de anel, que controla o seu volume. No interior encontram-se dois osciladores de radiofrequências, uma fixa e outra variável. A mão comporta-se como um dos pratos de um condensador, de capacidade variável (com a distância às antenas). Os sinais eléctricos gerados são enviados para um altifalante.

Na Wikipedia encontras muita informação sobre este curioso instrumento.
Podes «experimentar» tocar este instrumento aqui.

9 de abril de 2009

Câmara digital quântica poderá ser testada brevemente


O professor Seth Lloyd, do MIT, nos Estados Unidos, afirma que o entrelaçamento de partículas subatómicas pode ser utilizado para a construção de sensores ópticos parecidos com os CCD das máquinas digitais atuais, só que muito mais eficientes. Ler mais aqui.

31 de março de 2009

Satélite estuda a Gravidade da Terra

A Agência Espacial Europeia lançou, no passado dia 17, o satélite GOCE (sigla para Gravity field and steady-state Ocean Circulation Explorer), que tem como missão estudar o campo gravítico da Terra. O próprio desenho é revolucionário - a sua forma assemelha-se a uma seta, com cinco metros de comprimento e orbita a cerca de 250 km da superfície terrestre.



O satélite foi lançado do Cosmódromo Plesetsk, na Rússia, onde se encontrava desde Outubro.

20 de março de 2009

Transístor de papel construído por portugueses



Investigadores portugueses conseguiram, com uma simples folha de papel, construir um transístor electrónico perfeitamente funcional. O feito foi conseguido por um grupo de cientistas e físicos da Universidade Nova de Lisboa liderados pelos professores Elvira Fortunato e Rodrigo Martins. Este transístor tem equivalência aos transístores mais sofisticados e modernos utilizados no dia-a-dia, mas, segundo os cientistas que o construíram, poderá mesmo superar a mais recente versão de transístores de filmes finos, ou TFT (Thin Film Transistors), feitos de silício amorfo. Estão cada vez a tornarem-se mais populares pois são feitos de papel (celulose), sendo o seu custo muito baixo comparado ao resto dos engenhos e sendo a celulose muito abundante no nosso planeta, até agora nunca ninguém tinha conseguido construir transístores assim.
Estes transístores podem ter varias aplicações na área da biologia e em dispositivos biomédicos. Os cientistas também se superaram e conseguiram construir dois transístores numa folha, um em cada lado da folha.

10 de março de 2009

Dias da Ciência

Nos dias 3 e 4 de Março realizaram-se diversas actividades relacionadas com as Ciências na escola. Muitos alunos participaram. Mas a turma de Física (12ºG) destacou-se pelo empenho demonstrado na apresentação e na explicação das diferentes experiências. Aqui vai uma pequena amostra:

9 de março de 2009

Órbitas dos satélites



Os satélites artificiais ocupam diferentes órbitas que possuem diferentes características. Normalmente essas rotas são definidas em relação à Terra.
A maioria dos satélites de telecomunicações são satélites geostacionários, ou seja, ocupam uma órbita geostacionária.
Consoante a altura a que os satélites se encontram, e dependendo das características da órbita que descrevem, é possível definir diversos tipos de órbitas:–GEO (Geosynchronous Earth Orbit): órbita circular equatorial geossíncrona.


Um satélite em órbita polar passa sobre (ou quase sobre) ambos os pólos do planeta (ou outro corpo celestial) em cada uma de suas revoluções. Desta forma, esta órbita tem uma inclinação igual ou próxima a 90 graus em relação ao equador.Como o satélite tem o plano orbital fixo e perpendicular à rotação do planeta, ele vai passar sobre uma região com longitude diferente a cada uma das suas órbitas.

As órbitas polares são geralmente usadas para satélites de mapas geográficos, observação ou reconhecimento, inclusive satélites espiões, assim como alguns satélites meteorológicos.

Daniel Bernoulli

Daniel Bernoulli (Groningen, 8 de Fevereiro de 1700 — Basileia, 17 de Março de 1782), foi um matemático holandês, membro de uma família de talentosos matemáticos, físicos e filósofos. Ele é particularmente lembrado pelas suas descobertas nas áreas da matemática à mecânica, especialmente a mecânica de fluidos, e pelo seu trabalho pioneiro em probabilidade e estatística. Para além de tudo isto, Bernoulli foi o primeiro a entender a pressão atmosférica em termos moleculares como nós sabemos.

Depois desta breve introdução, aqui fica a árvore genealógica com todos os Bernoulli e sim, também com o Bernoulli que detêm as lei matemáticas sobre o calculo exponencial, Johann I.

8 de março de 2009

Asteróide passa perto da Terra

O asteróide DD45, com 30 a 40 metros de diâmetro, passou, na segunda-feira, 2 de Março, a 60 mil quilómetros da Terra, a uma distância sete vezes menor do que a que separa a Terra da Lua. Detectado a 27 de Fevereiro, não atingiu a Terra "por pouco", segundo o cientista Rob McNaught, do observatório australiano de Siding Spring, que captou o momento (no vídeo, o asteróide é o ponto à direita que atravessa rapidamente o campo de visão).

Apesar de ter sido a primeira vez que se observou um objecto de tal grandiosidade tão proximo da Terra, o caso não é para alarme. 'Trata-se de um fenómeno normal, sem qualquer perigo', garante João Fernandes, coordenador do Ano Internacional da Astronomia em Portugal.
De acordo com o especialista, a distância a que os asteróides se encontram, ou passam da Terra é sempre 'relativa', pois o perigo de colisão é quase nulo, explicando que 'existem muitos corpos que não estão cartografados e que só são detectados quando se aproximam do Planeta'.
A última grande destruição provocada por um corpo celeste ocorreu em 1908 na Sibéria, Rússia.
No vídeo seguinte é possível ver uma simulação da trajectória futura deste asteróide.